Istambul, ficção e biografia

A cidade em que vivemos, e principalmente aquela de nossa infância e adolescência, deixa marcas profundas em nossa memória afetiva. Anos depois iremos nos lembrar de cheiros, cores e sensações dos lugares pelos quais passamos em momentos diversos.

É essa memória afetiva dos lugares que está presente em Istambul de Orhan Pamuk. Tendo sempre vivido nessa cidade, ele descreve os acontecimentos e os significados particulares de ruas e construções de Istambul. Percebemos na narrativa uma cidade marcada por uma história passada de glória, pelos conflitos étnicos, e pelas transformações que  uma modernização do tipo ocidental foi sendo imposta aos seus habitantes.

Pamuk faz parte de uma família que foi se adaptando aos novos tempos, mas ele não deixa de revelar os estranhamentos que a ocidentalização de parte da Turquia causou em sua cidade.

O autor expõe em detalhes o desenho das ruas e a arquitetura da cidade, entramos na intimidade das casas de sua família. Quase tocamos nos seus objetos, quase podemos ver suas fotografias e adentramos nesse universo carregado por uma melancolia, por uma nostalgia vinda a partir das memórias do personagem central que possui laços profundos com o lugar.

Resultado de imagem para museu da inocência

A questão da memória é o fio condutor da escrita de Pamuk e assume uma feição obsessiva em “O Museu da Inocência”, livro belíssimo, publicado no Brasil pela Companhia das Letras, que infelizmente está esgotado em português, no formato impresso, somente encontramos em ebook.

Em “O Museu da Inocência” acompanhamos a paixão da personagem por uma mulher, paixão essa que a leva para a ação impulsiva de colecionar objetos que pertenceram a amada. Ao final essa personagem cria um Museu, que incrivelmente podemos de fato visitá-lo em Istambul. Ele existe, a existência real do Museu da Inocência nos faz vivenciar essa mistura de ficção e biografia, que é bem presente nessas duas obras de Pamuk.

 

 

Um comentário sobre “Istambul, ficção e biografia

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s